Segunda-feira, 3 de Maio de 2010
O sexo anal é seguro?

O sexo anal, praticado corretamente, é tão seguro quanto qualquer outro pratica sexual. E as pessoas o praticam porque é bom - o ânus pode ser uma região intensamente erógena. De facto, muitas pessoas além dos gays praticam o sexo anal! O ânus contém mais terminações nervosas do que qualquer outra parte do corpo masculino e mais do que qualquer outra parte do corpo feminino, com exceção do clitóris. Não é estranho que o sexo anal seja parte da vida sexual de muitas pessoas.

O sexo anal abrange desde uma simples estocada no ânus do seu parceiro com um dedo lubrificado ou o deslizar de alguns dedos dentro do seu parceiro, até mesmo todo um intercurso anal. Todas essas práticas são fisicamente muito prazerosas, e se você simplesmente lavar a sua bunda, não há nada repulsivo sobre elas. O tabu sobre sexo anal é muito antigo, mas se você souber o que está fazendo não há necessariamente uma razão médica para isso. Se você tem interesse em limpar-se completamente, vá ao banheiro antes da cena, e lave o seu ânus - por fora, e se quiser, por dentro, com um enema. Se você quiser sentir-se limpo para praticar o sexo anal, não é difícil ( Isto também é muito importante, tanto quanto usar técnicas de sexo seguro, as quais eu descrevo um pouco mais adiante.)

As principais regras para o sexo anal são a Comunicação, Relaxamento e Lubrificação. Veja bem, seu ânus consiste de dois anéis musculares, os esfíncters externo e interno. Seu esfíncter esterno está sob seu controle voluntário - você pode relaxá-lo por vontade própria. Mas o seu esfíncter interno não está sobre seu controle. Se você estiver tenso, seu esfíncter interno estará apertado e tentar forçar qualquer coisa para dentro dele, machucará e fará com que você (e ele) fiquem mais tensos ainda. Então, a regra para o sexo anal é ir devagar, você não pode se forçar a gostar disso.

Comunicação: falar sobre o que irá fazer antes de fazer! Não enrole o seu parceiro nem o surpreenda; ele não vai relaxar e não vai ser divertido. Tenha certeza que vocês dois estão confortáveis sobre a idéia de fazerem sexo anal. Relaxamento: ouça o seu corpo. Se o seu ânus quiser que brinquem com ele, você vai saber; se não quiser, não force.

Lubrificação: o seu ânus não é lubrificado, então é necessário que você use um lubrificante á base de agua como o ky gel. Use um monte dele; é limpo! Quanto mais lubrificante usar, mais confortável vai ser. E finalmente, a comunicação de novo: se você não brincou com o seu ânus antes, as sensações vão ser intensas e estranhas. Você vai sentir como se estivesse tendo um movimento intestinal quando o seu parceiro tirar seus dedos de dentro de você; leva algum tempo para notar que essa sensação é enganosa e que o que você está sentindo não vai resultar em sujeira no lençol. Não é suficiente apenas limpar seu ânus, o seu parceiro também deve usar uma barreira de látex (como uma luva, para o contato com dedos, uma proteção dental ou um pequeno pedaço filme plastico para lamber, e preservativos para penetração quando estiverem tendo sexo. É verdade no geral, mas vale especialmente para o sexo anal: sexo anal sem proteções é o mais arriscado tipo de sexo, levando em consideração que transmite qualquer tipo de DST (doença sexualmente transmissível). E usar proteções sempre aumenta a sensação de segurança e limpeza, o que ajuda muitas pessoas a relaxarem e a curtirem mais a experiência que estão tendo. (Algumas pessoas dizem que o sexo anal não é tão arriscado. O fato é que, em algumas cidades os parasitas intestinais, disseminados pelo sexo anal desprotegido, têm sido considerado um sério problema de saúde transmissível sexualmente, com milhares de pessoas infectadas. Decida você mesmo quanto risco quer correr). E qualquer coisa que venha a ter contato com o ânus deve ser totalmente limpo (ou descartado, no caso de barreiras de látex) antes de entrar em contato com a boca ou com a vagina.

Eu já mencionei que não é boa idéia forçar nada. Deixe-me ser mais enfático: se você sentir dor no seu ânus quando estiver fazendo sexo anal, pare. O Sexo anal muito bruto pode forçar ou mesmo romper o revestimento anal, o que pode levar a sérias infecções. O sexo anal não se mistura com força, e nunca deve ser usado como maneira de causar dor. E se você notar que está sangrando pelo reto, vá ver um médico, imediatamente. (Não tenha vergonha - eles já viram isso tudo antes.. apenas tome conta de você mesmo!).

Isto dito, é preciso deixar claro o que eu quero dizer com PARE se você sentir dor. É exatamente isso: pare de se mexer. A dor deve ser apenas o seu esfíncter reclamando que está sendo esticado um pouco mais e quando você parar de forçá-lo ele para de doer - e possivelmente vai relaxar. Se ele não parar de doer quando você parar de se mexer, então você deve retirar o que quer que seja (devagar) e tomar atitude apropriada. Se parar de doer, espere um pouco e então comece novamente... seu ânus vai fazer com que você saiba se ele quer parar novamente (por isso, preste atenção nele! Ficar bêbado, NÃO é uma boa idéia, porque você não deve bloquear qualquer dor que você deva sentir).



publicado por adm às 23:55
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 9 de Abril de 2010
Faça sexo seguro

Sexo seguro é o sexo sem o risco de ser contaminado ou contaminar o(a) seu(sua) parceiro(a) com doenças sexualmente transmissíveis.

Esta segurança só poder ser atingida através do sexo monogâmico com
parceiro(a) sabida e comprovadamente sadio(a) ou quando o sexo é realizado sem o contato ou troca de fluidos corpóreos como esperma, secreção vaginal e sangue.

A segunda situação é obtida através do uso da camisinha, camisa-de-vênus, condom (do latim condare, que significa "proteger") ou preservativo.
É necessário observar que o uso da camisinha, apesar de proporcionar excelente proteção, não proporciona proteção absoluta (ruptura, perfuração, deslizamento, colocação inadequada etc).

É importante informar também que a proteção proporcionada pelo uso da camisinha é relativo nas doenças em que não ocorrem secreções genitais: Herpes, HPV, Sífilis, Cancro Mole, Pediculose do Pubis etc, uma vez que o agente transmissor pode estar localizado fora da área protegida pelo preservativo.

A camisinha é um objecto de material elástico, derivado da borracha (látex), relativamente resistente que envolve os genitais masculinos (mais usado) ou femininos durante o coito, impedindo o já citado contacto entre os fluidos corpóreos das pessoas que estão praticando o relacionamento íntimo.

Além da proteção contra as DST *os preservativos constituem um método anticoncepcional seguro, quando usados adequadamente.

O mercado diversificou muito a industrialização das camisinhas. Hoje encontramos camisinhas texturizadas, com formatos especiais, coloridas, lubrificadas, com perfume, sabor, etc.


*DST-Doenças Sexualmente Transmissiveis



publicado por adm às 00:01
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar
 
.posts recentes

. O sexo anal é seguro?

. Faça sexo seguro

.Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

.tags

. todas as tags

.links
.subscrever feeds