Sexta-feira, 18 de Junho de 2010
Porque as mulheres fingem o orgasmo?

Laura Müller: A primeira coisa é parar de fingir o orgasmo. Isso não é legal para você nem para ele. A relação vai perdendo mais e mais a graça, o desejo vai indo embora... A conseqüência é uma frustração geral.

Para que fingir? Sexo não deveria ser sinônimo de prazer? Então, pra que ir para a cama com a idéia de "acabar rápido"? Com certeza esse não é um bom caminho. Você precisa começar a rever esse comportamento e a modificá-lo com urgência. Só assim as coisas poderão melhorar.

O próximo passo é avaliar a relação de vocês dois. Vocês conversam aberta e francamente sobre as questões do relacionamento? Até que ponto um se sente à vontade para colocar suas angústias para o outro? Será que realmente existe intimidade entre vocês? E cumplicidade?

É importante saber que o comportamento do casal fora da cama influi directamente na relação sexual. É difícil conquistar um entrosamento erótico quando o lado afetivo está conturbado. Avalie, antes de tudo, a quantas anda a vida a dois de vocês. Caso descubra que não está lá essas coisas, uma boa saída é propor ao seu namorado um bate-papo amigo e esclarecedor. Esse pode ser o primeiro passo para aumentar o entrosamento.

Resolvidas as questões extra-cama, será a hora de falar de sexo. Ambos precisam contar um para o outro o que mais gostam, o que não gostam, as fantasias, os desejos, os medos sexuais, as encucações... Você acha complicado tocar nesse assunto? Então, vá devagar, mas não evite-o completamente.

O melhor é tentar vencer a barreira da inibição. Para isso, comece levando em conta que o próprio bate-papo sobre sexo já é altamente excitante para o casal. Então, crie um clima descontraído e comece a fazer perguntas. Fale de si mesma também. É muito divertido.

Já passou pela sua cabeça que talvez ele não saiba que você gostaria de mais carinho ou de sexo oral? Se a gente não diz claramente o que quer, o outro não tem que ter a obrigação de descobrir, não é? Vale o mesmo em relação à ele: talvez seu namorado também tenha expectativas sexuais que não estão sendo colocadas em prática na relação de vocês. A solução é conversar.

E se não houver um acordo nem na parte afetiva nem na sexual? Reflita mais uma vez e veja até que ponto vale à pena investir nessa relação. Pode ser que sim, pode ser que não. A decisão caberá a você.

Outra coisa: não fique pensando que você é a culpada por as coisas não estarem muito prazerosas. Sexo é 50% de responsabilidade da parceira e 50% de responsabilidade do parceiro. Ou seja, ambos precisam se empenhar para ser satisfatório para os dois. Uma dica: relaxe e procure fazer a sua parte da maneira mais prazerosa possível. Ele também deve fazer o mesmo. Assim, vocês só terão a ganhar!

Laura Müller sexóloga



publicado por adm às 23:37
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar
 
.posts recentes

. Posições do Kama Sutra: a...

. Conselhos sobre sexo oral

. Virgindade – A primeira v...

. As principais curiosidade...

. 12 maneiras de se mastur...

. O Sexo dos tempos moderno...

. Os homens também fingem o...

. Erotismo e Poder

. Fantasias sexuais dos sig...

. Você só faz sexo na hora ...

. Impotência Sexual – Dúvid...

. Relações sexuais durante ...

. Sexo Seguro

. Orgasmo Feminino: Como Fa...

. Beijos, abraços, aperto d...

.Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

.tags

. todas as tags

.links
.subscrever feeds