Domingo, 23 de Janeiro de 2011
Posições do Kama Sutra: as melhores para o orgasmo!

Muitas dessas posições têm nome e técnica originários do Kama Sutra, o famoso tratado escrito em sânscrito que dá lições de amor e sexo. O super manual foi escrito no século III pelo indiano Mallanaga Vatsyayana. E mesmo tratando de erotismo, a obra original faz parte da literatura religiosa, acredite se quiser. Os ensinamentos indianos supunham que a felicidade no sexo dependia do conhecimento científico - e por isso o Kama Sutra procurava ser didático.

A obra ficou conhecida deste lado do mundo depois que o explorador inglês Richard Burton não só a traduziu, em 1883, como também publicou alguns exemplares secretamente.

A maioria das posições do Kama Sutra toma lugar na cama. Algumas são praticamente impossíveis para mulheres que não fazem algum tipo de alongamento ou homens sem muita força nos braços. O Vila Dois foi atrás de algumas posições e descobriu que, por traz de nomes engraçados, pode haver muito prazer.

A Picada de Escorpião, por exemplo, exige que a mulher e o homem deitem-se de barriga para cima - com o rapaz embaixo dela. Daí, como o livro ensina “ela se inclina, de joelhos, sobre as próprias costas, enquanto o amante a abraça e acaricia seus seios e estimula o clitóris”. Haja poder.

Entre as posições estranhas que se pode fazer deitadinha está a “Sonolenta”. Nesta a mulher se deita de lado e o homem acomoda-se, pelas suas costas, para penetrá-la. Ela estica uma perna para trás e enrosca-a na cintura dele. Esta posição é indicada para homens dotados e mulheres flexíveis - já que ela tem que ficar de costas para ele e, ao mesmo tempo, virar rosto e pescoço. Dessa maneira, ele tem acesso ao clitóris e aos seios da mulher. A abertura da perna para receber o pênis é a parte sexy dessa posição.

Medo de bicho peçonhento? Não quando descobrir os prazeres do “Nó da Cobra”. Nessa, a mulher deve ficar de barriga para cima, bem esticada e com as pernas entreabertas, para receber seu parceiro que, na mesma posição (mas com a cabeça nos pés da amada), a penetra de frente. Nessa manobra, a penetração fica mais acessível por movimentos circulares. E a mulher pode acariciar as nádegas, cravar as unhas nos joelhos e estimular os testículos dele. Para agradar, ele pode beijar os pés, morder os dedos, e passar a mão onde bem entender.

Se parafuso para você é apenas aquela coisinha que fica na caixa de ferramentas e serve para pendurar coisas pesadas na parede, você está perdendo feio. “Parafuso” é a posição recomendável para mulheres com dificuldade em atingir o orgasmo. Aí vai a dica: deite na ponta da cama e flexione as pernas para o lado do corpo. Nessa posição, os lábios vaginais e clitóris ficam pressionados, aumentando a excitação. A mulher pode contrair e relaxar toda a área, enquanto ele penetra ajoelhado e acariciando os seios.

Depois do tour que o Vila Dois fez pelos 35 capítulos do Kama Sutra, santa disposição! É preciso energia de sobra para conseguir apenas imaginar as posições. Depois é necessário ter memória de elefante para guardar todas as dicas que o livro dá. Aí então, mesmo com memória e disposição em dia, haja alongamento, resistência e flexibilidade. Melhor investir na criatividade e, quem sabe, turbinar o bom e velho papai-mamãe.

Mais posições:

Abraço total - O casal fica de pé. Ela abraça o pescoço do companheiro com as mãos, e o corpo, com as pernas. Ele a segura pelos glúteos, penetrando-a. É parte do sexo apaixonado e criativo, com contato corporal completo. O coito pode ser ritmado de cima para baixo ou de trás para frente.

Arco - A mulher permanece deitada de barriga para cima, com as pernas abertas e flexionadas, apoiando os braços por trás dos ombros. Quando o parceiro estiver pronto para penetrá-la, eleva os quadris e pousa sobre as pernas flexionadas deles. O cansaço é recompensado pelo orgasmo.

Catapulta - Elevar os quadris da mulher é uma valiosa fonte de prazer - coloca mais partes do corpo dela em contato com o dele. Nessa, o homem ajoelha e deixa que a mulher apoio o glúteo em suas coxas. Ela pode esticar as pernas no tronco dele ou flexioná-las, apoiando os pés no peito do moço. O homem tem fácil acesso ao clitóris. Vale a flexibilidade da mulher.

Selvagem - Ambos de quatro. A vantagem fica pela comodidade do homem em tocar o clitóris ou o ânus da mulher. A variedade dos movimentos permite que ele toque os seios também. O pênis se encaixa entre os glúteos, o que acaba sendo muito excitante para o homem.

Doma - Nesta o homem fica sentado numa cadeira e a mulher se senta sobre ele. Ela pode tocá-lo, segurando o pênis. Ele pode pressionar a mulher lentamente. A paixão do abraço, as brincadeiras da língua e as costas de ambos ao alcance causam calafrios. Pode ser o caminho para o orgasmo intenso.

Trapézio - Aqui homem senta-se com as pernas abertas e a parceira (já penetrada) senta em cima deles. Segurando-a pelos pulsos, ela vai relaxando para trás ate cair completamente relaxada e entregue à força. É uma postura complicada, pois requer a leveza da mulher, bastante equilíbrio de ambos, e a forca e a habilidade do homem. Ideal para sair da rotina.

Espelho do prazer - Ela deita de costas, com a barriga pra cima, levanta as pernas e deixa que ele puxe uma delas com um braço e apoiando o outro no chão. A ansiedade, já que rostos e mãos não podem se tocar dá o tom da excitação. Ambos os corpos procuram juntos o orgasmo. Vale tentar.


tags: ,

publicado por adm às 20:14
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2010
Conselhos sobre sexo oral

Quando estiver a fazer-lhe sexo oral, é melhor confiar na sua boca e língua e esquecer as técnicas que aprendeu

As mulheres cometem muitos erros quando tentam satisfazer oralmente os seus homens, nomeadamente por se concentrarem demasiado na técnica. 

Esqueça os livros, confie nos seus lábios
Há milhares de livros em todo o mundo com todo o tipo de conselhos sobre o que fazer para satisfazer o seu companheiro oralmente. Já sabe a que nos referimos, sucção, língua, lábios e todas as outras abordagens que podem levar o seu homem a atingir o clímax. Há também diversos tabus, como usar os dentes ou apertar demasiado os testículos. Estas coisas supostamente assustam o homem e fazem com que este perca a erecção. 

Há também truques adicionais que só as melhores amantes conhecem. Sabe, tudo isto é muito bonito, mas não a ajudam na vida real se estiver demasiado preocupada. Se está a pensar no que leu quando está a fazer-lhe sexo oral, garantidamente algo não vai correr bem. Se fizesse exactamente o que as mulheres nas fotos dos livros sobre sexo fazem, talvez seja ainda pior. Confie no seu instinto – na sua boca, língua e capacidades. Faça o que conseguir fazer e empenhe-se. A reacção do homem vai mostrar-se se está a ir bem ou não. 

Esqueça a técnica e confie na sua língua
As mulheres preocupam-se demasiado com a técnica e questionam-se se estarão a fazer tudo bem, se o homem gosta do que elas estão a fazer durante o sexo oral. É por isso que não são espontâneas e não se empenham o suficiente, chegando mesmo a parecer verdadeiros robôs. Não se preocupe, este erro tem remédio. Meninas, esqueçam a técnica, as conversas com as amigas e os livros que leram. Trabalhe o pénis dele à sua maneira, para que ele gema de prazer.

Mostre-lhe que o está a fazer também por si e que simplesmente adora o sabor, o cheiro e tudo o que está relacionado com o pénis dele. Chupe, lamba o pénis, lamba os testículos, cuspa, use as mãos e o peito. E pronto. Não é necessário usar um truque ou uma técnica especial, como os livros querem fazê-la acreditar. Pense que o pénis é como uma banana, ou melhor ainda, um gelado. Tem de lambê-lo e usar os lábios. De que lhe serve a técnica se não houver espontaneidade? E de que lhe servem os truques se não souber qual a altura certa para usá-los? 

O homem sente que a mulher está demasiado centrada no que aprendeu ou que ela está a fazer-lhe sexo oral apenas por ele, ou que sente que deve fazê-lo. Ele também repara que está a fazê-lo como leu nos livros, ou seja, como se estivesse a seguir instruções. Por outras palavras, não se preocupe demasiado com a literatura, siga apenas os seus desejos e intuições.

Não tenha medo, é só um pénis
Muitas raparigas parecem ter medo precisamente por causa dos conselhos que lêem nos livros. Têm medo da sua prestação não estar à altura deles. Ficam com medo do pénis e do facto de poderem não estar à altura da tarefa. Não tenha medo, o pénis não morde e gosta de praticamente tudo o que lhe fizer com a sua língua e lábios. Se a zona estiver bem lavada e até mesmo depilada, não deverá ter qualquer problema. Esqueça os que as suas amigas lhe disseram, já que estas costumam exagerar e gabar-se. Lance-se a ele com entusiasmo e faça-o com prazer. 

É verdade, a mulher também pode gostar de fazer sexo oral. Se não gostar, o homem consegue senti-lo. E porque não gostaria de dar-lhe prazer com a sua boca? Ele vai ter prazer e você vai gostar de vê-lo ter prazer. Vai sentir-se bem ao proporcionar-lhe tais sensações e conseguir excitá-lo imenso com a sua boca. Os homens vêm o sexo oral como um grande compromisso. Pode provar que está empenhada fazendo-lhe sexo oral e levando-o à loucura. Acredite, ele vai compensá-la com juros, ou para sermos mais precisos, com beijos apaixonados nas suas partes íntimas. 

E se ainda assim não conseguir fazê-lo?
Se ainda tiver problemas em fazer-lhe sexo oral, pode tentar estimular-se com uma mão enquanto o estimula com a boca. Ao acariciar a sua vagina está a encorajar-se a proporcionar-lhe melhor sexo oral. Seria ainda melhor se lhe pedisse para ser ele a fazê-lo. Assim, entrava mais no espírito e centrava-se unicamente no pénis. 

Se o pénis do seu parceiro é grande e grosso, pode ter alguma dificuldade em usar a técnica da “garganta funda” e ficar com o maxilar a doer se o fizer durante muito tempo, mas não se preocupe e use as mãos e o peito para ajudar. Use várias combinações e não o apresse para chegar ao orgasmo o mais depressa possível. Normalmente, os homens ficam tão excitados pelo simples facto de lhes estar a fazer sexo oral, que atingem o orgasmo antes de você estar a todo o vapor. 

Por A.B. http://mulher.sapo.pt/



publicado por adm às 14:24
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 26 de Dezembro de 2010
Virgindade – A primeira vez da mulher

Espantando o fantasma da primeira vez, lidando com medos e ansiedades naturais do caso. As garotas sempre têm medo deste momento. Não importa a idade, não importa a situação. Mesmo rapazes costumam ficar muito tensos na primeira vez, porém costumam ser mais reservados, se aproveitando da vantagem das mulheres serem mais abertas, são elas quem ganham uma pequena ajuda hoje.

Tensão: Antes de mais nada, é preciso saber que a tensão e ansiedade são normais com todo mundo. Quanto mais tensa você estiver, menos prazer sentirá e mais difícil e desagradável será o momento. Também será mais difícil para o homem lidar com isso.

virgindade da mulher antes, costumava ser prêmio ou sinônimo de honra, mas hoje não significa nada. Algumas famílias mais conservadoras costumam fazer festa em cima do assunto, o que piora o psicológico da garota.

Você precisa saber que todas as mulheres passam por isso. O maior medo que as garotas tem, é de sentir dor, e é este medo a única coisa que pode fazer com que você sinta dor de verdade. Não faça nada por pressão. Se estiver pressionada, é bem possível que esteja tensa na hora e que não sinta nenhum prazer, muito menos tenha um orgasmo.

É importante que o namorado não tente apressar você, nem tente definir quando vai ser. Essa escolha é sua e assim deve ser. Se você tem a liberdade de escolher o momento, será bem natural e é claro, não terá chances de uma gravidez indesejada.

Evite marcar datas também. Planejar uma data , no máximo se for pra algum lugar especial, caso você faça questão, na simples idéia de contar os dias, poderá deixá-a bem mais ansiosa. Como um exame, vestibular, qualquer coisa que você fique na expectativa, é melhor se livrar dessa condição.

Hora certa: Você saberá quando chegar a hora certa. Não tente nem queira fazer sexo só porque acha que está ficando velha, ou porque o namorado fica pressionando. Como eu disse, o momento é seu, e você deve fazer com que ele flua naturalmente como qualquer outra coisa em sua vida. Então, nada de se deixar levar pela opinião alheia sobre o tempo.

Afinal de contas todas as pessoas possuem seu momento particular. Sua hora irá chegar, mais cedo ou mais tarde, e é ideal que seja com alguém que você goste, que tenha intimidade, que seja um momento que você queira fazer isso.

Dor: Você só sentirá dor se estiver tensa. Se estiver relaxada e lubrificada, sentindo prazer com o toque, não há porque sentir medo nenhum. Quanto mais tempo durar sua preliminar, melhor será pra você.

Procure ter uma intimidade máxima com seu namorado, assim ficará bem mais fácil se vocês tiverem conversado antes sobre o assunto, e você puder contar com a ajuda dele.

O Homem certo? Não existe muito a pessoa certa pra se fazer sexo. Sexo não é amor, e é consequência disso. Se o namoro está bom, a relação entre os dois está legal, não há problemas em transar com este homem. O problema é não se previnir. Sexo não arranca pedaços de você, nem faz você ter menos honra. É claro que se fazer respeitar é importante sempre, e ter amor pelo seu corpo. Uma mulher que sabe se fazer respeitar, tem muito mais moral do que uma simples hímen.

Lidando com os pais: Tome cuidado de não esquecer os métodos contraceptivos. Algumas vezes a garota tem medo de que os pais descubram, e não tomam anticoncepcional, nem o rapaz usa camisinha. Pior que os pais descobrirem que você faz sexo, é descobrirem que você está grávida fora de hora não é? Se você acha que chegou seu momento, não hesite em deixar claro para os pais ou já ir falando no assunto de alguma forma.

Afinal de contas isso é normal, e é bem melhor que você possa se prevenir do que fazer tudo às escondidas da pior forma possível. Deixe isso bem claro pra eles. Assim como sua menstruação chegou, também chegará a hora em que você iniciará sua vida sexual.

Fonte: Um Ombro Amigo


tags:

publicado por adm às 20:45
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 18 de Dezembro de 2010
As principais curiosidades do beijo

29 músculos (12 dos lábios e 17 da língua). · Um beijo apaixonado pode significar a aplicação de uma pressão de 12 quilos sobre os lábios. Já um beijo dado em um bebê pode ser pesado em gramas.

Uma pessoa troca, em média, 24 mil beijos (de todos os tipos, dos maternais aos apaixonados e até os roubados) ao longo de sua vida.

Um beijo pode repassar 250 vírus e bactérias diferentes. Quando se beija alguém, resíduos de sua saliva permanecem em sua boca por 3 dias.

As batidas do coração sobem, em média, de 70 para 150 vezes por minuto durante o beijo. Isso força o coração a bombear 1 litro de sangue a mais, pois as células pedem mais oxigênio para trabalhar.
Os beijoqueiros sofrem menos de doenças do aparelho circulatório, do estômago e da vesícula. Diminuem também os casos de insônia e de dores de cabeça.

Quando um dos namorados beija o pescoço do outro com mais força, provoca um aumento de pressão no local que pode romper os capilares (vasos bem frágeis). Forma-se uma mancha proveniente do sangue que escapou e ficou preso embaixo da pele.

Em cada beijo, os apaixonados trocam 9 mg de água0,7 g de albumina0,18 g de substâncias orgânicas, 0,711 mg de gorduras e 0,45 mg de sais.

O americano Alfred A. E. Wol estabeleceu o recorde mundial de beijos. Ele beijou 8.001 pessoas em oito horas.

O escultor francês Auguste Rodin, de tantos delírios amorosos que viveu com Camille Claudel, imortalizou o beijo em uma de suas mais famosas obras, “O Beijo”.

O final da Segunda Guerra Mundial foi anunciado em 1945. Na comemoração, um soldado beijou uma enfermeira no meio da rua. A foto, de Alfred

Eisenstaedt, foi publicada na revista Life e depois rodou o mundo.

Se você pensa que, quando beija, só sua boca trabalha, está completamente por fora. Fique sabendo que todo o seu organismo entra em ação.

Além dos seus cinco sentidos paladar, olfato, audição, visão e tato entrarem na jogada.

Os médicos e os psicólogos alemães concluíram que aqueles que beijam, faltam menos ao trabalho por motivo de doença do que aqueles que não beijam. Aqueles que beijam, também sofrem menos acidentes no trabalho, ganham 20 a 30 por cento a mais e vivem aproximadamente cinco anos a mais.

Dr. Arthur Sazbo, um psicólogo alemão, diz que a razão desta ótima fortuna é a energia positiva que o beijo passa para aqueles que beijam no começo do dia. Conseqüentemente, se você quiser ter mais dias felizes, saudáveis, ser bem sucedido, e viver mais, você deve beijar o seu amor antes que você vá trabalhar, todos os dias.

Um beijo é geralmente a primeira vez que dois povos têm um contato próximo um com o outro. Uma fonte anônima no “Livro dos Beijos” por William Bastão descreve um beijo como algo que você não pode dar sem fazer exame, e não pode fazer exame sem dar. Uma outra fonte anônima diz que você não deve esperar para conhecer melhor alguém antes de beijá-la, você deve beijá-la primeiramente para depois então você conhecê-la melhor.

A beleza do beijo é que traduz cada língua e religião. Jr. de Vaughn Bryant, professor do departamento de antropologia no Texas A&M, dita que o primeiro beijo erótico foi trocado aproximadamente 1500 A.C. na Índia. Antes desse tempo não há nenhuma evidência (tabuletas de argila, pinturas da caverna ou registros escritos) que indique o histórico do beijo. Bryant disse também que o ato de friccionar e pressionar os narizes e a troca das línguas entre amantes, se popularizou aproximadamente em 1500 A.C.

Foram os Romanos que descobriram o beijo. Os Romanos beijavam-se cumprimentado uns aos outros, beijavam as vestes e os anéis de seus líderes e estátuas dos deuses mostrando sua submissão e respeito.

É um fato científico que beijar estimula nosso cérebro a produzir o oxytocin, um hormônio que nos dá aquela ótima sensação que sentimos ao beijar.

Sabe-se também que a química provocada faz com que um beijo alerte outro. Quando nós beijamos, os interiores de nossas bocas e as bordas de nossos lábios produzem uma substânciaquímica que aclama para mais beijos.

Um estudo em 1997 na universidade de Princeton concluiu que nossos cérebros estão equipados com os neurônios que nos ajudam a encontrar os lábios de nossos amantes no escuro. Não é nenhuma novidade que muitos casais apreciam se beijar em um teatro escuro.

HÍMEM era o nome do deus grego que realizava casamentos.

Veado virou sinônimo de gay porque, durante o inverno, os machos desse tipo de animal dormem juntos, um agasalhando o outro.

A palavra MASTURBAÇÃO vem do latim MASTURBARI e significa poluir-se.

fonte:http://www.vocesabia.net/


tags:

publicado por adm às 10:31
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010
12 maneiras de se masturbar

1. Maçaneta da porta Coloque lubrificante na palma da sua mão e logo que tenha o seu pénis erecto rode a palma da sua mão na ponta do seu pénis como se estivesse a abrir uma maçaneta de uma porta, depois rode no sentido contrário, alterne os movimentos rotativos.
2. Toque-toque
Masturbe-se normalmente sem tocar na cabeça do seu pénis, quando a cabeça estiver bem dura e vermelha, estimule-a suavemente com a ponta dos seus dedos até conseguir a ejaculação.
3. Anéis
Coloque lubrificante em ambas as mãos. Junte os dedos de uma mão (polegar e indicador) e forme um anel. Coloque este anel no fundo do seu pénis. Deslize este anel para cima até à glande (onde começa a cabeça do pénis). Nesse momento forme outro anel igual com os dedos na sua outra mão e faça a mesma coisa. Faça movimentos com um anel de cada vez até atingir o clímax.
4. Fogueira
Coloque as suas mãos esticadas e viradas uma para a outra com o seu pénis no meio das duas. Comece a rodar o seu pénis como se fosse um pau de madeira ao qual deseja pegar fogo. Continue suavemente para não provocar mesmo fogo!
5. Pegar neles
Da próxima vez que estiver a masturbar-se e sentir que está prestes a ejacular, coloque a sua outra mão sobre o seu escroto e suavemente aperte e puxe-o para baixo. Desta maneira sentirá o sémen a percorrer o seu corpo.
6. Pancadinha
Embora convenha ter um pénis sensível para esta técnica funcionar, pode sempre experimentar. Mantenha a sua roupa interior vestida e o pénis erecto. Mal sinta que está na sua maior erecção, e sobre a roupa interior dê pancadinhas na ponta do seu pénis com as pontas dos seus dedos. Usualmente leva mais tempo a atingir o clímax, mas quando o conseguir… oh sim!
7. Mão querida
De pé, vire a sua mão lubrificada para si de maneira a que os seus dedos se encontrem virados para a sua barriga. Coloque o seu pénis contra a sua barriga e cubra-o com a mão; em vez de movimentar a sua mão, deixe-a estática, enquanto movimenta a sua pélvis para que o seu pénis entre e saia na sua mão. É uma maneira parecida com o penetrar de uma vagina, ou quase…
8. Gelado
Na altura em que se está prestes a ejacular, pegue em alguns cubos de gelo ou mesmo gelo picado na mão que não está a usar. A diferença de temperatura entre as duas mãos na altura da ejaculação levará a uma experiência entre as Caraíbas e o Pólo Norte.
9. Plástica
Pegue num saco de plástico, e coloque bastante vaselina dentro dele. Coloque o seu pénis erecto dentro do saco, e cubra-o todo de vaselina. De seguida com o seu pénis ainda dentro do saco, coloque o saco entre o seu colchão e uma almofada, e fazendo peso na almofada com as mãos, faça movimentos até ao orgasmo!
10. Twist
Esta técnica requer um pouco de prática. Coloque algum lubrificante nas suas mãos. Faça um anel com os dedos (polegar e dedo do meio), coloque-o na base do seu pénis e faça alguma pressão para baixo, mantendo a mão assim até ao final. Com a outra mão à volta do seu pénis, movimente-a para cima e para baixo, mas com um movimento twist (rotativo); ou seja desça rodando a mão para a direita e suba rodando para esquerda, adeqúe os movimentos à intensidade que desejar, até à ejaculação.
11. Paragem
Enquanto se masturba usualmente com uma mão, pare de vez em quando e com a mão disponível faça um anel com os seus dedos (polegar e dedo do meio), coloque o anel à voltado pénis e faça um pouco de força e aperte, depois continue normalmente a masturbação, fazendo pausas destas até ao clímax.
12. Ritmix
Com uma mão faça um movimento descendeste da cabeça do pénis até à base. Quando chegar à base largue o pénis, faça o mesmo com a outra mão, uma e outra vez, alternando as mãos com algum ritmo.


tags:

publicado por adm às 22:48
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 11 de Dezembro de 2010
O Sexo dos tempos modernos

Algum tipo de revolução, novas descobertas, pontos estratégicos – como de onde poder se tocar com o que antes era visto como feito e proibido. Tudo leva a crer que decifrar as formas de prazeres mudaram. E como!

Um dos primeiros pontos que pode chamar a atenção volta-se para as pessoas chamadas solteironas? Existe barreiras de idade? Hoje em dia, esse número é maior que antigamente. O divórcio, a busca da identidade e a independência propiciam isso. Será ou não vantagem atingir uma certa idade e concorrer ao amor num mundo tão rápido e moderno como é o nosso?

A juventude carrega consigo muitas vantagens, tanto biológicas quanto culturais e sociais. A sedução e a plena satisfação sexual são relativamente fáceis de se conseguir. Já para a pessoa com mais idade, não é tão fácil assim. Será necessário, então, substituir o vigor físico pela inteligência e experiência, mas mantendo sempre a jovialidade do espírito.

A pessoa com mais idade não deveria, por exemplo, se vestir como se vestiriam seus filhos, muito menos como seus pais, mas viver o seu presente de forma alegre e saudável. Não adianta, no caso das mulheres, excesso de maquilagem ou roupas de “gatinha” quando as suas rugas e a flacidez são perfeitamente perceptíveis. Mas não devemos esquecer de saber como o toque íntimo, por exemplo, é fundamental.

Nem os homens esconderem sua careca com peruca, pintarem os cabelos e bigodes ou apertarem a barriga em cintas elásticas. Claro, sem esquecermos das “mágicas” que o mercado oferece hoje! Mas ambos devem prolongar sua vida sexual e afetiva, descobrindo novas formas que tenham o mesmo valor e sabor. As estatísticas sobre a sexualidade dos idosos têm o defeito de incluir na mesma categoria a satisfação sexual emocional com a puramente física. Um jovem pode se relacionar sexualmente vinte vezes em uma semana, e alguém com mais idade apenas uma, mas que vale por trinta. É muito relativa essa análise, mas geralmente as pessoas mais velhas desenvolvem o seu prazer utilizando os recursos mais diversos.

As pessoas que não foram felizes na juventude abdicam mais rapidamente do seu poder de sedução que outras; assim como as que viveram grande amores têm maior capacidade de luta em busca do prazer sexual. Já as mais velhas deveriam sentir-se com a idade da experiência e não com a idade da impossibilidade. Só assim estariam propiciando maior satisfação no amor.

Cada vez mais, a tendência em estabelecer relações de amor sem morar junto ou morando amigavelmente sem casar se acentua. A instituição do casamento vem perdendo peso na nossa sociedade, pois as pessoas se assustam com o contrato firmado e passam a ficar temerosas. A manutenção da liberdade é fator fundamental para o crescimento dos não-casados que vivem como se fossem casados. Muitos casais permanecem solteiros por algum tempo para experimentar a vida a dois. Só depois é que eles pensam em casamento. São comuns os casos em que depois do casamento legal a relação acaba, sem que aparentemente nada tenha mudado na rotina do casal.

A idéia de viver com alguém até que a morte os separe assusta os jovens, que cada vez mais se preocupam consigo mesmos e com o seu presente. Mesmo assim, grande faixa da sociedade mantém o ritual do casamento intacto. Não é que esteja ´´por fora“, mas é que na sua concepção de união entre homem e mulher precisa estar clara e delineada para melhor compreensão e convívio. O papel esclarece muitos pontos e pode também servir de impulso para o melhor entendimento entre o casal.

Fonte: Celso Fernandes jornalista, escritor.


tags:

publicado por adm às 19:48
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 14 de Novembro de 2010
Os homens também fingem orgasmo

Se você achava que fingir orgasmo era uma exclusividade feminina, agora você pode tirar esse item da lista. Segundo uma nova pesquisa, os homens podem fingir o orgasmo também.

O estudo foi realizado por psicólogos da Universidade de Kansas, e pediu a 180 homens e 101 mulheres em idade universitária que respondessem perguntas sobre sua vida sexual. Cada participante teve de dizer se já fingiu ter um orgasmo. Para não deixar de fora aqueles que poderiam ter vergonha de admitir o fato, os participantes também responderam se haviam feito “algo semelhante” a fingir o orgasmo.

Os resultados mostraram que 25% dos homens e metade das mulheres já haviam fingido um orgasmo durante a atividade sexual. A maior motivação para fingir? Querer que o sexo acabasse sem ferir os sentimentos do seu parceiro.

Que a mulher fingia, não era novidade. Estudos anteriores já haviam mostrado consistentemente que entre metade e dois terços das mulheres fingem orgasmo em algum ponto da vida. Mas como é mais difícil para os homens falsificar uma ejaculação do que é para as mulheres fingir alguns gemidos, poucos pesquisadores se interessaram em estudar o lado masculino.

De todos os participantes do estudo, quase 100% tinham experimentado algum tipo de estimulação sexual com parceiros, seja manual ou oral. Pouco menos de 70% das mulheres e 85% dos homens já tinham feito sexo (interação pênis-vaginal).

A relação sexual acabou por ser um importante fator preditor para saber se alguém tinha fingido o orgasmo. Cerca de 10% dos homens e 19% das mulheres que haviam interagido sexualmente, mas não tinha feito sexo pênis-vaginal fingiram orgasmo, em comparação com 28% dos homens e 67% das mulheres que tinham tido relações sexuais pênis-vaginais.

As pessoas que fingiram tenderam a ser mais experientes sexualmente, e eram mais propensas a ter orgasmo em algum momento, seja através da masturbação ou sexo. O sexo pênis-vaginal também foi o tipo mais provável de sexo para provocar a qualidade do orgasmo. Daqueles que especificaram o tipo de sexo durante o qual fingiram um orgasmo, 86% dos homens e 82% das mulheres relataram o sexo pênis-vaginal.

A razão pode ser que as pessoas esperam o orgasmo durante o sexo. Vários homens no estudo relataram fingir um orgasmo porque não tinham outra forma de terminar uma relação sexual sem constrangimento. Terminar sem um orgasmo parecia ruim.

Para os homens, o motivo mais comum para fingir é que o orgasmo era improvável ou demoraria muito, e eles queriam que o sexo acabasse. Já as mulheres relataram que fingiam para evitar consequências negativas, como ferir os sentimentos do seu parceiro. Metade dos homens relatou a mesma motivação.

Segundo os pesquisadores, um dos grandes motivos para os participantes fingirem o orgasmo é a pressão. Ter um orgasmo durante a relação sexual, com a mulher tendo primeiro, é como um “script” a ser seguido por quem faz sexo.

Em alguns casos, as pessoas são tão apegadas a esse “script”, do que têm que acontecer durante o sexo, que deixam passar a oportunidade de ter um orgasmo de verdade a fim de fingir o orgasmo no “momento certo”. Por exemplo, 20% das mulheres fingiram orgasmo porque seus parceiros pareciam estar prestes a ter um.

Algumas das mulheres relataram que realmente poderiam ter um orgasmo, mas escolheram fingir um orgasmo no momento “certo” – antes ou durante o orgasmo do homem – ao invés de ter um orgasmo real no momento “errado”.

Esses roteiros sexuais colocam uma pressão indevida sobre ambos os sexos. Os pesquisadores afirmam que quando o sexo é uma performance, e tem metas de desempenho – ereção, relação sexual, orgasmo – é problemático. Segundo eles, o sucesso sexual deve ser redefinido como “qualquer coisa que faz você se sentir bem consigo mesmo e com o seu parceiro” e como “algo que melhora o seu relacionamento”. Se esse for o objetivo do sexo, as pessoas poderão comprovar que ele será uma experiência totalmente diferente. [LiveScience]


tags: ,

publicado por adm às 18:21
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 25 de Outubro de 2010
Erotismo e Poder

O erotismo e o desejo que partilhamos e expressamos em relação aos nossos parceiros manifestam-se de diferentes maneiras a cada cultura, ganhando expressões singulares através dos tempos.

Para algumas pessoas, a experiência de um carro, de preferência estrangeiro, com um motorista esperando-o(a) para levar a um jantar romântico, à luz de velas, em um restaurante top de linha, terminando a noitada num motel cinco estrelas é o que há de mais erótico neste mundo... Para outras, entrar em um quarto de motel e encontrar seu querido parceiro esperando-o(a) com um par de algemas numa mão e um chicote na outra, pronto para mandá-lo(la) ajoelhar-se, beijar-lhe os pés, tirar a roupa e ser sexualmente "usado(a)", é o que dá sentido à vida...
Assim, percebe-se, a maioria dos envolvimentos sexuais e/ou amorosos traz, em evidência ou de forma subjacente, o poderoso ícone do Poder.
Poder é sexy! (E, qualquer dúvida quanto a esta afirmação, favor ler a reportagem de capa da revista Exame, de outubro passado...)
No primeiro exemplo que apresentamos, o poder foi expresso através do dinheiro, do poder econômico. No segundo exemplo, o poder manifesta-se de maneira, digamos assim, mais "primitiva". E o que isso significa? Significa, apenas, que gosto é gosto. Simples. Algumas pessoas se excitam com manifestações mais "civilizadas" de poder (isso não deveria ser um fetiche também?); outras almejam algo mais visível, mais claro, mais rude, quem sabe...
E, mesmo dentre estas últimas, há inúmeras variações. Por exemplo, a maioria das pessoas envolvidas no BDSM quase sempre combina a relação D/s com algumas das práticas denominadas sadomasoquistas. Para outros, ao contrário, a dominação/submissão é mais erótica do que quaisquer das práticas SM. Para outros, ainda, o contrário é mais satisfatório.
A verdade, contudo, é que, nesse jogo, há uma parte dos envolvidos que considera extremamente excitante entregar o poder a outrem dentro de um contexto erótico. E, como não existem "dois sem um", graças ao bom Deus!, é claro que uma grande quantidade de pessoas adora e considera extremamente excitante ser o depositário daquele poder.
Na verdade, mais do que uma entrega unilateral, o que ocorre aqui é uma troca de poder erótico, muito própria de todos os que praticam SM como estilo de vida. Trata-se de uma troca consensual e negociada, isto é, o quanto de poder encontra-se envolvido e em quais áreas essas trocas vão ocorrer, depende de cada caso, de cada relacionamento.
São todas experiências muito individuais, pessoais, cuja finalidade é o prazer mútuo. E este, é claro, depende das fantasias e das necessidades de cada um. Assim, tudo vai depender, em última instância, da capacidade de explorar as fronteiras da imaginação dentro de um ambiente são. Independente de como e porque agem dessa forma, há um elemento comum a todas essas relações, elemento muito caro à comunidade BDSM: o fascínio pelo jogo da troca de poder.
Fonte: desejosecreto.com


tags:

publicado por adm às 22:39
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 24 de Outubro de 2010
Fantasias sexuais dos signos

Carneiro

É uma pessoa fogosa, que gosta de aventuras e muita ousadia na cama.. Suas fantasias sexuais geralmente envolvem lugares inusitados como fazer amor num elevador ou num canto escuro de uma festa. Acredita naquele ditado que diz que o que é perigoso e proibido é muito mais gostoso. 
Zonas erógenas: Couro cabeludo e pescoço.
Melhores horas para fazer amor: 19h40, 21h19 e 08h20, 10h39



Touro

Aprecia sexo feito de uma maneira intensa. Tem um jeito forte e bastante sensual. Adora dar prazer ao seu par. As fantasias sexuais deste signo geralmente envolvem bocas, línguas, olfacto e paladar. Sentir o cheiro do corpo da pessoa amada a excita bastante. Adora fazer amor em lugares luxuosos. 
Zonas erógenas: Pescoço e ombros. 
Melhores horas para fazer amor: 21h20 s 22h59 e 10h40 s 12h59



Gémeos

Uma ilha deserta, uma praia linda e carícias ousadas. Suas transas tem que ser diferentes e criativas. Não é das pessoas mais quentes, por isso precisa de alguns estímulos para se soltar. E necessário também que o casal tenha uma boa sintonia mental. 
Zonas erógenas: Costas, peitos e mãos. 
Melhores horas para fazer amor: 23h s 01h19 e 13h s 14h39



Caranguejo

Como um dos signos mais românticos do Zodíaco, adora fazer amor debaixo da chuva ou numa linda noite, tendo a lua como testemunha. Tem uma fogosidade implícita que precisa ser despertada com confiança e muito carinho. Quando sente segurança no par, pode surpreender soltando-se completamente. 
Zonas erógenas: Seios e barriga 
Melhores horas para fazer amor: 01h20 s 03h39 e 14h40h s 16h19




Leão

Ousadia e muito tesão marcam a sexualidade de Leão. Quando se sente atraída fisicamente (e isso não é raro), sai de baixo!! Fica excitada quando elogiam seu corpo e seu magnetismo Sexual. Suas fantasias são criativas e inovadoras. As festas as deixam acesa e louca por um a noite de amor. 
Zonas erógenas: Costas e ombros 
Melhores horas para fazer amor: 03h40 s 05h59 e 16h20 s 17h59



Virgem

O gosto que o virginiano tem por organização, também faz com que suas fantasias envolvam ambientes arrumados e limpos. Fazer amor em baixo do chuveiro ou mesmo numa grande banheira atraem este signo. Não vai com muita sede ao pote, prefere ir descobrindo devagarinho o corpo do par. 
Zonas erógenas: Umbigo e virilha 
Melhores horas para fazer amor: 06h s 08h19h e 18h s 19h39 



Balança

Estar apaixonada e o principal afrodisíaco deste signo. Quando esta de bem com as coisas do coração, pode ser uma amante maravilhosa. Isso não significa que o sexo seja só pela atracão física. Uma fantasia ideal envolve um jantar a luz de velas, música romântica e muitas carícias preliminares. 
Zonas: Erógenas: Cintura e boca. 
Melhores horas para fazer amor: 19h40 s 21h19 e 08h20 s 10h39 



Escorpião

É o signo do erotismo, a sua sexualidade é muito ardente. Mistérios, lugares diferentes, posições e carícias ousadas completam as suas fantasias sexuais. Tem grande prazer em viver o sexo intensamente e prefere parceiros ousados. 
Zonas erógenas: Região genital 
Melhores horas para fazer amor: 21h20 s 22h59 e 10h40 s 12h59 



Sagitário

Sem barreiras e nem preconceitos quando o assunto sexo, a pessoa deste signo costuma surpreender os parceiros com novidades e inovações, como fazer amor no carro, na praia ou até mesmo numa rua deserta. Quando bate o tesão, age por impulsividade e solta as suas fantasias. 
Zonas erógenas: Coxas, pernas e quadris. 
Melhores horas para fazer amor: 23h s 01h19 e 13h s 14h39 


Capricórnio

Como é considerado apesar do jeito reservado, a pessoa de Capricórnio possui uma sexualidade vibrante. Mas para isso, precisa ser estimulada. Suas fantasias geralmente estão ligadas a noite, aos lugares escuros, aconchegantes e íntimos. Também adora dominar na hora da transa. 
Zonas erógenas: Boca, joelhos e costas. 
Melhores horas para fazer amor: 01h20 s 03h39 e 14h40h s 16h19h.



Aquário

A pessoa de aquário adora tudo que é novo e diferente. Normalmente prefere parceiros mais velhos e que possam lhe ensinar muitas coisas quando o assunto é sexo. Não há limites na hora de buscar o prazer. Fazer amor ao ar livre ou em lugares exóticos a estimula muito. 
Zonas erógenas: Pés, tornozelos e pernas. 
Melhores horas para fazer amor: 03h40 s 05h59 e 16h20 s 17h59 



Peixes

É o mais romântico de todos os signos e para se entregar de completo precisa estar apaixonada. Suas fantasias envolvem locais misteriosos e místicos. Aprecia a beleza e simplesmente adora fazer amor onde haja água, como chuveiro, rio, mar e piscina. 
Zonas erógenas: Seios, pés e costas 
Melhores horas para fazer amor: 06h s 08h19h e 18h s 19h39


tags:

publicado por adm às 22:53
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010
Você só faz sexo na hora de dormir?

Porque fazer sexo apenas antes de dormir pode ser ruim? Quais os pontos negativos de se criar hábitos desse tipo na relação


Imagine o seguinte casal: ambos em casa à noite assistindo TV na sala ou no quarto, quando o sono começa a bater e eles resolvem dormir. Ambos se preparam e apagam as luzes, porém vai ser muito mais fácil o homem procurar por sexo neste momento, enquanto tudo o que a mulher quer é dormir. Onde está o erro?

 

Remédio para dormir

Fazer sexo antes de dormir para o homem é muito bom. Se você não sabe, após o orgasmo, os homens produzem um coquetel poderoso de neurotransmissores e hormônios que os colocam pra dormir imediatamente.

É certo que depois de fazer sexo ele vai cair no sono, principalmente porque já está na hora de dormir e ele procurou você bem neste momento.

Provavalmente você mulher, estava com sono antes de fazer sexo, e se ela não o dispensou com a velha desculpa da dor de cabeça, a atividade a fez perder toda a vontade de dormir. Agora ela está acordada e sozinha.

 

Vício de lugar e horário

O comodismo do casamento acaba fazendo com que muitos casais criem hábitos. O mesmo hábito de tomar banho sempre no mesmo horário, de assistir ao tele-jornal, e de fazer sexo antes de dormir.

Este é um grande vilão para o tédio no casamento, onde nos primeiros anos vocês sempre procuraram variar, e agora tudo fica igual.

Vocês criam acabam criando uma rotina e virando escravos dela.

 

Variar sempre

Se você é homem e notou que só procura sua esposa na hora de dormir, é bom ir variando.

Como reclamar se ela está sempre com sono, se vocês estão indo pra cama para dormir? Hora, se  neste momento da noite ela sempre quer dormir, o motivo é bem óbvio não?

Se o "melhor" horário para vocês é à noite, que tal irem um pouco mais cedo pra cama, ou desligar a TV pra se dedicar um ao outro? E se você mulher não quer perder a novela pra fazer sexo, é melhor ficar ligada pra não perder o marido.

Procurem não fazer sexo sempre da mesma forma no mesmo horário, porque em breve ambos estarão cansados e o prazer irá diminuir (principalmente para a mulher), pois não haverão fatores surpresa ou nenhum outro tipo de excitação.

 

Isto e muito mais aqui


tags:

publicado por adm às 22:14
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar
 
.posts recentes

. Posições do Kama Sutra: a...

. Conselhos sobre sexo oral

. Virgindade – A primeira v...

. As principais curiosidade...

. 12 maneiras de se mastur...

. O Sexo dos tempos moderno...

. Os homens também fingem o...

. Erotismo e Poder

. Fantasias sexuais dos sig...

. Você só faz sexo na hora ...

. Impotência Sexual – Dúvid...

. Relações sexuais durante ...

. Sexo Seguro

. Orgasmo Feminino: Como Fa...

. Beijos, abraços, aperto d...

.Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29

30
31


.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Janeiro 2010

.tags

. todas as tags

.links
.subscrever feeds